Videolaparoscopia

A videolaparoscopia abdominal e um método cirúrgico minimamente invasivo que visualiza com muita nitidez todos os órgãos abdominais e suas relações. O procedimento pode ser usando tanto para fins cirúrgicos como diagnósticos de diversos problemas abdominais. Tem que ser realizado em ambiente cirúrgico, seja hospitalar ou “day clinic”, com monitoramento constante do paciente e uso de anestésicos.

O uso do equipamento de vídeo cirurgia permite que o médico avalie a cavidade abdominal totalmente, possibilitando o diagnostico e tratamento de várias doenças que no passado eram realizadas somente por cirurgias convencionais denominadas de laparotomias, onde se faz um corte na parede abdominal. A videolaparoscopia é minimamente invasiva por realizar furos na parede abdominal localizados: na região umbilical de aproximadamente 5-10 mm para a passagem da ótica para visualização direta. Dessa forma criam-se imagens de alta qualidade em tempo real que são transmitidas a monitores (TVs) orientando todo procedimento diagnóstico e cirúrgico. Para a passagem de pinças cirúrgicas especiais fazem-se outras aberturas (1,2 ou 3) acessórias, sendo a maioria das vezes de 5 mm de diâmetro, na parede do abdome permitindo o afastamento, dissecação, corte, cauterização bem como a extração de estruturas ou ate mesmo de órgãos doentes. Todos estes fatores nos possibilitam à realização de vários tipos de cirurgia sem a abertura (corte) da parede abdominal.
Especificamente na mulher podemos avaliar por completo dos órgãos genitais como trompas, útero, ovários verificando a integridade anatômica e a sua funcionalidade, bem como suas relações de aderência ou não com órgãos vizinhos, principalmente a bexiga e o intestino .

Para uma boa visualização das vísceras abdominais e uma qualidade maior do procedimento vários fatores são importantes, dentre eles o uso de anestesia geral para um adequado relaxamento da cavidade abdominal ampliando o campo de visão.

Esclarecimento

São sinônimos: cirurgia laparoscópica, vídeo cirurgia, cirurgia por vídeo ou simplesmente videolaparoscopia. Popularmente, é erroneamente chamada de Cirurgia à Laser. O Laser é um recurso que pode ser utilizado em diversas áreas médicas, assim também pode ser utilizado como ferramenta na videolaparoscopia.

Vantagens:

- Cirurgia sem cortes habituais;
- Menor permanência hospitalar;
- Menor dor no pós-operatório imediato e tardio;
- Menor risco de complicações cardiovasculares e pulmonares;
- Funcionamento intestinal mais precoce;
- Menor necessidade de medicação analgésica no pós-operatório;
- Menor risco comparado com as cirurgias convencionais;
- Menor sangramento durante o procedimento cirúrgico;
- Menor risco de infecções tanto hospitalar como na ferida cirúrgica (corte);
- Preservação da anatomia funcional do abdome;
- Menor formação de aderências;
- Maior satisfação dos pacientes;
- Melhor efeito estético;
- Retorno mais rápido às ocupações profissionais e rotineiras.

Indicações em ginecologia:

- Avaliação de dores abdominais;
- Retirada de útero, ovários e trompas;
- Retirada de miomas;
- Retirada de cistos ou tumores ovarianos;
- Retirada de aderências pélvicas;
- Laqueadura (ligadura) de trompas;
- Tratamento de doença inflamatória pélvica;
- Tratamento de endometriose pélvica;
- Tratamento de prenhez ectópica (gravidez nas trompas);
- Cirurgia da incontinência urinaria (perda de urina);
- Cirurgia dos prolapsos genitais (queda da bexiga, útero e reto);
- Cirurgias oncológicas (dependendo da origem e estadiamento do câncer).

Indicações em infertilidade:

- Avaliação da integridade dos órgãos genitais;
- Avaliação da integridade do peritônio pélvico;
- Avaliação da mobilidade das tubas;
- Avaliação da permeabilidade tubária (salpingoplastias e fimbrioplastia);
- Recanalização (reanastomose) das tubas;
- Tratamento de miomas uterinos pode ser realizado mas tem resultado controversos;
- Avaliação e tratamento da endometriose pélvica;
- Avaliação das aderências pélvicas;
- Punção folicular (em substituição por usg) raro;
- Transferência de embriões (alguns serviços) raro;
- Retirada de fragmentos de ovários para congelamento;
- Tratamento dos ovários micro policísticos (drillings).
TOP